Buscar

Conforto e segurança marcam o primeiro ano de operação do Terminal Hidroviário de Faro


Para oferecer cuidados a pacientes com suspeita de Covid-19, o Barco Hospital Papa Francisco atracou no Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas de Faro, que foi entregue há um ano pelo Governo do Pará. De lá para cá, cerca de dois mil usuários por mês, são beneficiados de uma população de 12 mil habitantes no município. A obra oferece viagens para diversos municípios da região e do estado do Amazonas, e é administrado pela prefeitura municipal. A obra orçada em R$ 4.694.222,99 gerou 50 empregos diretos e 20 indiretos, na oferta de viagens para outras cidades paraenses e amazonenses.


Presidente da Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará (CPH), Abraão Benassuly destaca a importância da estrutura. “O Terminal Hidroviário de Faro completa um ano cumprindo seu papel, que é de trazer conforto e segurança tanto no embarque quanto no desembarque de passageiros na região do Baixo Amazonas. É um equipamento moderno, com rampa metálica, flutuante, pronto para atender as necessidades da cidade e de municípios vizinhos. O porto se entrega aos demais terminais hidroviários já entregues na região pelo Governo do Estado como o de Terra Santa, Curuá e Prainha", afirmou Abraão Benassuly.


Localizado às margens do Rio Nhamundá, o terminal possui 266,80 m² de área na obra civil, o que compreende terminal de cargas, carrinhos para bagagens, assentos, guichês para vendas de passagens, sala para órgãos de defesa social, televisão, bebedouro, banheiros masculino, feminino e para pessoas com deficiência, cumprindo os padrões de acessibilidade estabelecidos pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).


Já a obra naval compreende duas rampas metálicas cobertas de 25 metros cada; duas rampas de 30 metros cada; uma rampa de 42 metros para acesso ao flutuante metálico coberto; além de sistemas de amarração e fundeio para embarcações.


Comerciante da cidade, Helder Bezerra só tem a comemorar pelo terminal. “É uma obra que veio beneficiar a população e as pessoas que embarcam e desembarcam em nossa querida Faro. É uma obra com uma utilidade imensa a todos os residentes e visitantes que vêm conhecer a terra da magia, como é conhecida a nossa cidade. A nossa população sente-se orgulhosa por termos ganho esse cartão postal”, revelou o morador.


Integração - Na região do Baixo Amazonas, na região oeste, a CPH já entregou os terminais hidroviários de Terra Santa, Faro, Prainha e Curuá, e em breve serão os de Almeirim e Santarém, incluindo o do distrito de Santana do Tapará.


Os terminais são construídos com recursos da Caixa Econômica Federal e já foram outorgados pela Antaq, recebendo autorização para operar. Na mesma região, a CPH reconstrói os terminais de Óbidos e Monte Alegre, e abriu licitação para obras no porto de Alenquer.


Fonte: Agência Pará

5 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária