Buscar

Diretor da ANTAQ destaca atuação do Brasil Export no lançamento da edição de 2021

Tokarski propôs à organização do evento a criação de uma agenda para discussão especifica sobre o transporte fluvial e outra para tratar dos acessos ferroviários aos portos


diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ, Adalberto Tokarski, participou nesta quarta-feira (24) do lançamento da edição de 2021 do Brasil Export - Fórum Permanente de Logística de Infraestrutura Porturária. Tokarski propôs à organização do evento uma agenda especifica para debater a criação de uma política pública para as hidrovias e também para tratar de acessos ferroviários.

“Eu reforço como pauta importante discutir uma política para navegação fluvial, que olhe o todo - o transporte de cargas, o transporte de passageiros e também a questão da sustentabilidade. Nós temos vários exemplos, inclusive de países da América do Sul, que utilizam embarcações com tecnologia bem mais eficiente do que a gente. Então, eu acho que isso é importante colocar em debate”, observou.

Outro ponto para uma agenda específica mencionado pelo diretor da ANTAQ foi o dos acessos ferroviários. Tokarski informou que pautou com o diretor-geral da Agencia, Eduardo Nery, a instituição de um acordo de cooperação com a ANTT, visando olhar mais de perto os acessos ferroviários aos portos brasileiros: “Nós temos vários problemas de acessos ferroviários. Há casos em que uma ferrovia funciona por 1.000, 1.500 km, mas há um gargalo exatamente na chegada ao porto. Por isso, acredito que esse também seria um ponto específico de discussão, e me coloco à disposição para participar não só deste debate, mas de todo os outros que a Brasil Export promover durante este ano”, afirmou.

Para o diretor da ANTAQ, o trabalho que o Brasil Export realizou em 2020 foi essencial para logística de transportes brasileira ao trazer à tona a discussão de políticas públicas, mais especificamente da cabotagem. “O que o Brasil Export fez no ano passado faz um enorme bem para o Brasil”. E prosseguiu: No intuito de colaborar, eu proponho que neste ano o Brasil Export tenha uma agenda de acompanhamento de desafios. Mais do que debater, considero importante acompanhar alguns desafios que nós temos na logística nacional. Isso é importante para todos - para o governo e para a iniciativa privada”.

Brasil Export 2021 O evento de lançamento do Brasil Export 2021 contou com a participação do secretário executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, do secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, do presidente da Frente Parlamentar Mista de Logística de Transporte e Armazenagem - Frenlog, senador Wellington Fagundes (PL/MT), do presidente do Conselho Nacional do Brasil Export, José Roberto Campos, e dos presidentes dos conselhos regionais dessa entidade, entre outras autoridades.

Segundo o presidente da Una Comunicação, empresa responsável pela realização do Brasil Export, Fabrício Julião, estão previstos na programação da entidade este ano a realização de 100 reuniões online dos seus conselhos regionais; 50 lives; seis eventos regionais; um evento nacional; e três missões internacionais a Portugal, Singapura e Emirados Árabes. O primeiro evento regional do ano ocorrerá em maio, no Rio de Janeiro.


Fonte: ANTAQ

3 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária