Buscar

DNIT aprova realização de licitação para as obras do Rodoanel, em Mato Grosso

Empreendimento vai conectar as BR-163/MT, BR-364/MT e BR-070/MT, voltadas para o escoamento da produção do agronegócio


O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) aprovou a realização de licitação para as obras de construção do novo Contorno Rodoviário Norte, conhecido como Rodoanel, e que interliga as cidades de Cuiabá e Várzea Grande, no Mato Grosso. Assim, o Governo do Estado, por meio de convênio com o Governo Federal, poderá licitar o edital do lote 1, com 21,5 quilômetros de extensão e mais de R$ 237 milhões em investimentos.


Com grande importância estratégica para Mato Grosso, a obra vai conectar as rodovias federais BR-163/MT, BR-364/MT e BR-070/MT, voltadas para o escoamento da produção do agronegócio, além de melhorar o trânsito na região metropolitana de Cuiabá, facilitando o acesso a vias como a Avenida do CPA.


A Autarquia aprovou a execução da obra em dois lotes. Mas, considerando o atual momento econômico por conta do novo coronavírus (Covid-19), optou-se pela licitação, inicialmente, do primeiro lote, que já possui recursos federais garantidos.


A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) deve lançar o edital de licitação desse primeiro lote, na modalidade do Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCI), já na próxima semana. A opção visa ampliar a eficiência nas contratações públicas e a competitividade entre os licitantes.


Contorno Norte - O Contorno Rodoviário Norte terá pista duplicada em concreto com 52 quilômetros, no trecho entre a BR-163/364/MT, passando pelas rodovias estaduais MT-010 e MT-251, pela região da Ponte de Ferro e pelo bairro Pedra 90, chegando ao fim após o Distrito Industrial, na BR-070/163/364/MT.


O lote 1 terá 21,5 quilômetros de extensão, com início na BR-163/364/MT, próximo ao Trevo do Lagarto em Várzea Grande, passando pela rodovia estadual MT-010 e fim na MT-251, em Cuiabá.

Neste trecho serão investidos R$ 237,7 milhões na duplicação em concreto, pavimento rígido, que tem uma vida útil de 20 anos. O Contorno Norte terá 60% dos recursos oriundos do governo federal e 40% do governo do estado.


O empreendimento contará também com quatro viadutos, duas pontes sobre o rio Cuiabá (240 metros), uma trincheira (181 metros) e passagens de nível, dentre outras Obras de Artes Especiais (OAEs).


As placas de concreto de rodovia terão 21 centímetros de espessura. Inclusive o atual trecho existente, pavimentado em Concreto Betuminoso Usinado à Quente (CBUQ) será coberto pelo pavimento rígido. Além disso, a pista terá faixas de rolamento com largura de 3,6 metros, acostamento com largura variável de 2,5 a 3 metros e faixa de segurança situada do lado da pista.

O Contorno Norte dará maior fluidez ao trânsito de carga que segue pela BR-163/364/MT rumo ao terminal rodoviário de Rondonópolis e aos portos de Santos (SP). A obra vai melhorar também o trafego que vai para BR-163/MT rumo ao Norte do Estado e portos do Pará, no chamado Arco Norte, além de contribuir para o acesso a BR-070/MT, próximo à Caceres, dando acesso ao Estado de Goiás e ao Distrito Federal.

Fonte: Coordenação-Geral de Comunicação Social - DNIT

2 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária