Buscar

DNIT debate o transporte aquaviário no Brasil em seminário promovido pela EPL


A diretora de Infraestrutura Aquaviária do DNIT, Karoline Lemos, participou, na manhã desta terça-feira (19), do 3° Webinar sobre Transporte Aquaviário no Plano Nacional de Logística (PNL). O evento, realizado pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL), faz parte de uma série de seminários que têm como objetivo debater o planejamento setorial de transportes no Brasil.


Durante a manhã, foram apresentadas técnicas para administrar e prover melhorias para um bom planejamento. O evento contou com sessões técnicas com os especialistas da EPL Emmanuel Aldano de França, comentando sobre ‘Caracterização do Transporte Aquaviário no Brasil: Hidrovias, cabotagem e longo curso’; Eduardo Dornelas Munhoz, abordando o tema ‘Custos de transportes para hidrovias e cabotagem no PNL’; e Lucas Miranda, que tratou de ‘Modelagem de Hidrovias no novo PNL’.


A diretora do DNIT apresentou o trabalho da Autarquia e destacou a importância do seminário. “Esse seminário nos aproxima ainda mais dos objetivos do transporte hidroviário do PNL. Está complemente alinhado e conectado com os nossos objetivos”, enfatizou Karoline Lemos.

No seminário, a diretora expôs as metas previstas para o ano, como as ações estruturantes para as Instalações Públicas Portuárias de Pequeno Porte (IP4). “Estamos trabalhando no desenvolvimento de modelos de delegação de competências para os municípios. O primeiro foi com a Prefeitura de Coari; pretendemos replicar esse modelo de delegação para que as prefeituras assumam essa operação e manutenção das IP4s”.


O secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério de Infraestrutura, Diogo Piloni, destacou o trabalho realizado pela equipe do DNIT e frisou a importância da cabotagem no país. “A execução de investimento público nas vias navegáveis tem sido feita de forma satisfatória pela equipe do DNIT”, afirmou. “O (Programa) BR do Mar tem o desafio de fazer com que a cabotagem no país alcance novos horizontes, aumentando sua participação na matriz de logística brasileira, atualmente em 11%. A cabotagem tem crescido mais de 10% no transporte de contêiner. Temos condições de crescer duas a três vezes mais do que isso apenas com medidas institucionais simples, que serão colocadas em propostas para o Congresso Nacional”, finalizou o secretário.


Fonte: Coordenação de Comuniciação Social - DNIT



14 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária