Buscar

Duplicação de corredor logístico amplia integração dos principais portos do Ceará

Obra de duplicação da BR222/CE teve o tráfego liberado nesta segunda-feira. “Essa duplicação representa a diminuição de Custo Brasil”, disse Tarcísio de Freitas


Importante corredor logístico para o transporte e o escoamento de cargas entre o Porto de Mucuripe e o Porto de Pecém, no Ceará, a BR-222/CE terá um trânsito mais seguro aos motoristas com a entrega de duplicação na altura do município de Caucaia (CE). Aa obra ocorreu entre os quilômetros 23 e 35 e foi aberta ao trânsito nesta segunda-feira (14) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.


Além de reduzir tempo de viagem e de aumentar a segurança, o aprimoramento operacional com a duplicação da BR-222/CE vai contribuir para desenvolvimento econômico do estado, além de reduzir o número de acidentes nos trechos. A obra contou ainda com a construção de duas pontes sobre o Riacho Ema, construção de nova ponte sobre o Riacho Tigre e alargamento da ponte já existente no local, bem como a construção de uma nova ponte sobre o Riacho Cauípe.

No local também estão sendo executados serviços de drenagem, colocação de defensas metálicas, bueiros e sinalização. “Essa duplicação representa a diminuição de Custo Brasil. Vai reduzir acidentes, pais de família vão deixar de morrer na estrada. É um pavimento de concreto que vai durar muito tempo, e não aquela estrada que vai derreter na primeira chuva. É um pavimento feito para durar, feito para suportar carga e isso é desenvolvimento do estado”, disse o ministro.


A próxima meta conforme informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) é a duplicação e restauração com melhoramentos de Obras de Arte Especiais (OAE) em 24 quilômetros da rodovia, do km 11 ao km 35. As equipes também vão trabalhar na construção de novas pontes sobre os rios Juá e Ceará, passagens inferiores e passarelas de pedestres.


Economia

Situado na região metropolitana de Fortaleza, o município de Caucaia é um centro habitacional e industrial, possui o terceiro maior Produto Interno Bruto (PIB) do estado e atualmente é um dos principais polos turísticos do Ceará. O grande trunfo de Caucaia é o Complexo Industrial e Portuário do Pecém, que o Governo Federal pretende consolidar o porto como o maior exportador de frutas e de calçados no Brasil. “Nós temos aqui esses dois patrimônios que são os dois portos e temos que aproveitar a vocação do Ceará para a logística, para o agro, para indústria e por isso estamos entregando metade do percurso”, completou Tarcísio.


A restauração da rodovia pelas equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) da rodovia de forma positiva os custos operacionais de produtores e transportadores, pois há redução nos gastos com manutenção dos caminhões, diminuição no tempo das viagens e consequentemente redução nos gastos com combustíveis, ampliando a qualidade e segurança dos usuários, bem como desenvolvendo economicamente as regiões que ganham com mais geração de empregos e renda.


Mais obras

Além da entrega de 12 quilômetros de hoje, o Ministério da Infraestrutura finalizou também os serviços de implantação dos novos traçados, chamados de variantes, da BR-222/CE, na localidade de Frios, no município de São Luís do Curu, assim como no município de Umirim. As obras estão concluídas e o tráfego foi liberado aos motoristas.


Conhecidas como Variantes de Frios e de Umirim, as obras eram aguardadas pelos cearenses e estavam paradas desde 2016. A ordem para o reinício dos serviços foi realizada em fevereiro de 2021, em mais uma ação da atual gestão para focar na conclusão de obras paralisadas no estado.


Com essas ações, o tráfego de passagem, que anteriormente conflitava com o conglomerado urbano do município, finalmente poderá ser redirecionado, garantindo, assim, com a Variante de Frios, maior segurança viária e melhor trafegabilidade na ligação Fortaleza-Sobral.

*Com informações da Coordenação-Geral de Comunicação Social – DNIT


Fonte: Assessoria Especial de Comunicação Ministério da Infraestrutura

6 visualizações