Buscar

Estado do Pará entrega reconstrução do Terminal Hidroviário de Monte Alegre


O Governo do Pará, por meio da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), entrega na próxima quarta-feira (09), às 11h, as obras de reconstrução e adequação do Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas de Monte Alegre - Argemiro Baía da Costa - no Baixo Amazonas, que vai beneficiar cerca de 60 mil habitantes da região. O Governador do Estado, Helder Barbalho, e o presidente da CPH, Abraão Benassuly, participarão da cerimônia de entrega, ao lado de autoridades locais.


A obra é realizada de acordo com os padrões estabelecidos pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), órgão que regulamenta portos pelo Brasil, com investimentos de R$ 3,6 milhões do Estado. Com a reconstrução e adequação, o porto terá nova sala de embarque, carrinhos para transporte de bagagens, salas para órgãos oficiais, banheiros masculino, feminino e para pessoas com deficiência, lanchonete, guarda-volumes e guichês para vendas de passagens.


O Terminal também contará com estação de tratamento de esgoto, sinalização interna e novas instalações elétricas e hidrossanitárias. Já a obra naval compreende instalação de rampa metálica articulada e flutuante para embarque e desembarque de passageiros, equipamentos que o antigo porto não oferecia aos usuários.


Localizado às margens do rio Gurupatuba, o terminal hidroviário de Monte Alegre recebe embarcações que fazem várias linhas na região, com destinos para Belém, Santarém, Almeirim, Prainha e Macapá, no Amapá. Além disso, pelo porto é realizado o escoamento de produção da cidade, logo a obra também representa desenvolvimento econômico para o município.

O Terminal Hidroviário de Passageiros de Monte Alegre vai ajudar na integração do modal hidroviário paraense, e se juntar aos terminais de Terra Santa, Faro, Curuá, Prainha, Almeirim, Santana do Tapará (distrito de Santarém) e Óbidos, já entregues no Baixo Amazonas pela CPH. Em breve, a Companhia vai entregar o Terminal Hidroviário de Santarém, já considerado o mais moderno do Brasil, consolidando assim o projeto hidroviário na região.


Fonte: Agência Pará

0 visualização