Buscar

Hidrovias do Brasil pede registro para IPO para oferta secundária

A empresa de logística Hidrovias do Brasil protocolou junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedido para realizar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na B3


A empresa de logística Hidrovias do Brasil protocolou junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedido para realizar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na B3. A oferta será apenas secundária, conforme o documento. A companhia nasceu de uma startup financiada pela Pátria Investimentos, que venderá ações na oferta.


Além do Pátria são vendedores Aimco 1, Aimco 2, Sommerville, HBSA FIP e o BTO FIP. O BNDESPar, braço de participações do banco de fomento, que possui cerca de 4,5% da companhia, não consta como acionista vendedor.


As conversas com os bancos de investimento com a Hidrovias do Brasil e o Pátria já ocorrem há alguns anos e em 2017 a oferta quase saiu do papel. No ano passado, a gestora chegou a contratar a Evercore como seu assessor financeiro para a venda do ativo, estimado no mercado em cerca de US$ 1,5 bilhão. O lucro da Hidrovias do Brasil no ano passado foi de R$ 58,609 milhões, ante R$ 162,116 milhões um ano antes.


A geração de caixa também caiu de um ano para o outro: foi de R$ R$ 724,851 milhões em 2018 para R$ 449,197 milhões em 2019. A dívida líquida, por outro lado, cresceu: de um ano para outro foi de R$ 1,85 bilhão para R$ 2,03 bilhões.São coordenadores da oferta o Bank of America, Itaú BBA , Morgan Stanley ,BTG Pactual, Citigroup e Credit Suisse.


Fonte: Época Negócios

14 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária