Buscar

Instituto Hidrovias doa 6,5 milhões em equipamentos hospitalares e uniformes médicos no Pará

O valor será destinado à compra de 240 camas hospitalares, 40 monitores de sinais vitais e 33 respiradores hospitalares para equipar hospitais em Itaituba e Barcarena, no Pará.



Empresa ainda doou 1.205 peças de uniformes novos, a serem utilizados como roupa de UTI no Hospital Barros Barreto, em Belém (PA)


Pará, abril de 2020 - O Instituto Hidrovias, organização de responsabilidade social criada pela Hidrovias do Brasil, realizou a doação de R? 6,5 milhões em equipamentos hospitalares para serem utilizados no enfrentamento à pandemia do novo coronavirus (Covid-19) nos municípios de Itaituba e Barcarena, no Pará, onde a empresa tem operação.


A doação de 3,1 milhões em equipamentos hospitalares a Barcarena foi firmada em 13 de abril entre a empresa e o município de Barcarena. Já o donativo de R? 3,4 milhões, também para equipamentos hospitalares, para Itaituba foi estabelecido em 30 de março, entre a companhia e o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Saúde do Estado do Pará (SESPA).


A doação para Itaituba irá equipar o novo Hospital Regional do Tapajós com 200 leitos hospitalares, sendo 160 camas hospitalares elétrica Prioma 500, 38 camas hospitalares elétrica Prioma 600 e 2 camas elétricas 9000x com balança, todas acompanhadas de colchão.

Já no município de Barcarena, a doação irá munir o Centro de Tratamento de Campanha Vila dos Cabanos (Hospital de Campanha), com 40 camas hospitalares Enterprise 9000x, 40 monitores de sinais vitais modelo BSM-3763 e 33 respiradores hospitalares RESmart® BPAP Geração II. Posteriormente, os equipamentos serão destinados ao Hospital de Saúde Municipal de Barcarena, ainda em construção.


Entre o fim do Hospital de Campanha e a inauguração do novo Hospital de Saúde Municipal de Barcarena, os equipamentos ficarão alocados na UPA Barcarena.


Já para o Hospital Barros Barreto, localizado em Belém, capital paraense, a companhia doou, em parceria com o LixoXique (um dos projetos apoiados pelo Instituto Hidrovias), 500 camisas e 705 calças de uniformes novos da Hidrovias a serem utilizados como uniformes de UTI, totalizando 1205 peças. A entrega foi realizada gratuitamente pela empresa Expresso Martins.

Segundo o diretor presidente da Hidrovias do Brasil, Fabio Schettino, "a responsabilidade social é um dos pilares estratégicos da Hidrovias do Brasil e é por isso que decidimos realizar essas iniciativas de apoio às comunidades em que atuamos."


Sobre o Hospital Regional do Tapajós

No oeste paraense, o Hospital Regional do Tapajós terá capacidade para atender cerca de 250 mil pacientes em 12.790 m², contemplando, além de Itaituba, os municípios de Novo Progresso, Trairão, Jacareacanga, Aveiro e Rurópolis. A obra, que representa um investimento de quase R? 180 milhões, irá atender pacientes de alta complexidade, com UTI adulto, neonatal e pediátrica, além de serviços de mamografia, ressonância magnética, tomografia, raio X, ultrassonografia e consulta com especialistas pediátricos, obstetrícios e cirurgia médica.


Sobre o Hospital de Saúde Municipal de Barcarena

Na mesorregião metropolitana de Belém, a prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Semdur), deu início às obras do hospital municipal materno, infantil e cirúrgico, que vai substituir o atual Hospital Municipal Afonso Rodrigues de Almeida Neves (HMARAN). A estrutura terá mais de 100 leitos para pediatria, obstetrícia e clínica cirúrgica. O hospital contará com salas de parto ampliadas e quatro centros cirúrgicos, além de laboratórios de análises clínicas, ultrassom e raio-X.


Sobre o Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB)

Construído em 1993 em Belém, o hospital é uma instituição de assistência, ensino e pesquisa que presta serviços à comunidade por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). A instituição faz parte do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará (UFPA) e é composto por mais uma unidade hospitalar, o Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza. Juntos, as duas unidades de saúde pública oferecem consultas e internação em diversas especialidades, como: Clínica Médica, Infectologia, Neurologia e Urologia.


O Instituto Hidrovias

Com a missão de contribuir para o desenvolvimento das comunidades em que atua, a Hidrovias do Brasil lançou em 2018 o Instituto Hidrovias. Com isso, a companhia exerce uma função não só de operadora de negócios nos corredores logísticos em que opera, mas também assume o compromisso de melhorar a formação dos jovens e apoiar projetos locais, beneficiando milhares de pessoas.


Sobre a Hidrovias do Brasil

A Hidrovias do Brasil é uma empresa de logística integrada com foco no transporte hidroviário em toda a América Latina. No Corredor Logístico Norte (Miritituba-Barcarena, Pará), a empresa oferece uma alternativa logística integrada para o transporte e escoamento de grãos da região Centro-Oeste do Brasil, além da operação de cabotagem para transporte de minérios (bauxita). Para estas operações foram investidos cerca de R? 2,2 bilhões na região, que tem capacidade de movimentar até 6,5 milhões de toneladas anuais de grãos e 6 milhões de toneladas de bauxita. Já no Corredor Logístico Sul, a empresa opera por meio da Hidrovia Paraguai-Paraná, onde movimenta mais de 6 milhões de toneladas de cargas diversas, como commodities agrícolas, minérios, fertilizantes, celulose, entre outras. A Hidrovias do Brasil foi fundada em 2010 pelo fundo de infraestrutura do Pátria Investimentos, e conta ainda com participações de outros investidores relevantes, como AIMCO, Temasek, Blackstone, IFC e BNDESPar. Mais informações: https://www.hbsa.com.br


Fonte: Rede Pará

3 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária