Buscar

No Rio Grande do Sul, Tarcísio de Freitas homologa Calado do Porto do Rio Grande

Ministro também vistoriou as obras de ampliação da pista do aeroporto de Porto Alegre

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, participou, nesta segunda-feira (26), da cerimônia de homologação do Calado do Porto de Rio Grande, em Porto Alegre. Ao lado do governador do estado, Eduardo Leite, e dos secretários da pasta, Diogo Piloni, Ronei Glanzmann e Marcello Costa, o ministro acompanhou a prestação de contas dos projetos realizados pelo porto. Pela manhã, a comitiva do ministério também vistoriou as obras de ampliação da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho, com a presença do secretário-Executivo do MInfra, Marcelo Sampaio.

“Esse é mais um grande investimento do Governo Federal, em parceria com o Estado, para ampliar a eficiência deste porto que atende a um grande complexo industrial”, destacou o ministro. “O Porto de Rio Grande é conhecido como Porto do Cone Sul, por seu posicionamento geográfico privilegiado junto aos países do Rio da Prata, e por onde são movimentadas mais de 40 milhões de toneladas de cargas por ano, com capacidade instalada acima de 50 milhões. É uma obra que vai facilitar o escoamento da produção e a exportação de matérias primas”, explicou.


A homologação do calado acontece após dois anos de dragagem e de investimento federal de quase R$ 500 milhões. Com a conclusão da remoção de 16 milhões de metros cúbicos de sedimentos do canal de acesso, o principal porto gaúcho poderá receber navios de maior porte e com maior capacidade do que os limites atuais.


Para o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, a homologação chega em excelente momento, justamente quando se discute o aumento da navegação do país, a partir de projetos como o BR do Mar, de incentivo à cabotagem. “É importantíssimo que a gente tenha portos com porte, com condições, inclusive de serem grandes concentradores de carga. E por que não considerar o Porto de Rio Grande como um porto concentrador da região Sul do país, inclusive do Mercosul?”, completou.


No aeroporto internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, a pista será estendida em 920 metros, para chegar a 3,2 quilômetros. A ampliação vai favorecer o transporte de mercadorias, já que aviões com maior capacidade de carga poderão utilizar o Salgado Filho. Já foram concluídos 82% das obras, incluindo as etapas de projeto, limpeza, preparação, escavações e terraplanagem.


PONTE DO GUAÍBA - No período da tarde, o ministro e os secretários seguem para vistoriar as obras da Ponte do Guaíba. Quando concluída, a ponte irá ampliar a interligação da Região Metropolitana de Porto Alegre com o sul do Estado, proporcionando uma conexão sobre o Delta do Rio Jacuí sem as interrupções que ocorrem diariamente na ponte existente. A execução da obra é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e está orçada em R$ 820 milhões.


A nova ponte terá uma extensão de 2,9 km. Também serão construídos 9,4 km de acessos, viadutos e elevados, totalizando de 12,3 quilômetros. A largura nos vãos principais será de 28 metros e a altura livre até a lâmina d’água, de 40 metros. A pista contará com duas faixas de rolamento com acostamento e refúgio central. Segundo estimativa do DNIT, cerca de 50 mil veículos devem passar diariamente pela ponte.


“As melhorias que estão sendo feitas nos modais de infraestrutura no estado do Rio Grande Sul irão favorecer a população local, por meio da Ponte do Guaíba, que irá integrar os principais trechos logísticos, e a economia da região, por meio de mais navios e aviões de carga, que ganharão novos acessos para escoamento de mercadorias”, declarou Tarcísio de Freitas.


Fonte: Assessoria Especial de Comunicação Ministério da Infraestrutura

2 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária