Buscar

Representantes da navegação interior apresentam demandas na CNT

Excesso de burocracia nas operações e falta de infraestrutura estão entre os principais entraves para o desenvolvimento da atividade


Em reunião realizada nesta quinta-feira (29), na sede da Confederação Nacional do Transporte, em Brasília, representantes da navegação interior no Brasil apresentaram demandas para o desenvolvimento e o crescimento da atividade no Brasil.


Entre os temas abordados estão a necessidade de desburocratização do setor, de melhoria na infraestrutura, de adequações na formação da mão de obra e de maior fiscalização para controlar o roubo de cargas que causa prejuízos milionários.


“O transporte hidroviário tem um potencial enorme para crescer no nosso país, mas precisamos de investimentos, sejam eles na infraestrutura, na melhoria da regulação e na fiscalização. As demandas que apresentamos aqui têm o objetivo de melhorar todo o setor logístico e de transporte de cargas e de passageiros que dependem da navegação interior”, destacou Raimundo Holanda, presidente da Fenavega (Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária) e vice-presidente de transporte aquaviário de cargas e de passageiros da CNT.


A CNT tem atuado de maneira integral para estimular a intermodalidade "Trabalhamos pelo desenvolvimento do setor de transporte como um todo. Se queremos que o nosso país cresça, precisamos investir na integração dos modais. Temos convicção que todos os setores são complementares e, se utilizados de maneira eficiente, trarão ganhos para o país”, afirmou o presidente da CNT, Vander Costa, ao acolher as demandas.


Participaram da reunião os representantes dos sindicatos Sindasp (Sindicato dos Armadores de Navegação Fluvial do Estado de São Paulo), Sindarma (Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial no Estado do Amazonas), Sindarpa (Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e das Agências de Navegação no Estado do Pará), Sindarsul (Sindicato dos Armadores de Navegação Interior Dos Estados do Rio Grande do Sul), Sindfluvial (Sindicato das Empresas de Travessia e Navegação, Transporte de Passageiros, Veículos e Cargas Lacustres e Fluvial do Estado de Rondônia) e Sindporto (Sindicato Nacional das Empresas de Navegação de Apoio Portuário), além da Abrabunker (Associação Brasileira de Bunker).


Fonte: Agência CNT Transporte Atual

29 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária