Buscar

Rios de Jacarepaguá vão ganhar ecobarreiras para conter plantas e lixo

Estimativa do Governo do Estado é retirar mais de 300 toneladas de resíduos por mês dos rios Arroio Pavuna e Pavuninha


Nesta terça-feira, 24/11, o governador em exercício Cláudio Castro acompanhou o início da operação de ecobarreiras nos rios Arroio Pavuna e Pavuninha, que deságuam no sistema lagunar da Barra da Tijuca e de Jacarepaguá. O objetivo das estruturas é reter plantas aquáticas e resíduos sólidos flutuantes, para impedir que cheguem às lagoas da região e à Praia da Barra.


O secretário do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, supervisionou a equipe do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), responsável pela ação.

“A pauta ambiental é prioridade para nós. A gente sabe que, olhando para o meio ambiente, o que fizemos hoje ainda é pouco, é uma primeira ação, mas é o começo de um tempo de respeito ao ambiente e de demonstrar que desenvolvimento econômico e sustentável devem caminhar lado a lado”, destacou o governador em exercício Cláudio Castro.


A primeira barreira foi instalada no Rio Anil. A estimativa é que, como mais duas estruturas semelhantes, seja possível recolher mais de 300 toneladas de lixo por mês.

“Só no Rio Anil, a nova ecobarreira que instalamos vai reter mais de 100 toneladas de lixo que chegam no Complexo Lagunar da Barra e Jacarepaguá. Um grande ganho para a população e para o meio ambiente”, afirmou Thiago Pampolha.

Fonte: Diário do Rio

1 visualização
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária