Buscar

Secretário anuncia programa de fomento à navegação doméstica em visita ao Porto de Santos


O secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura (Minfra), Marcelo Sampaio, anunciou o lançamento de um programa de fomento para a navegação doméstica no Brasil durante o visita técnica no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, nesta sexta-feira (17). O objetivo é ampliar a modalidade e "triplicar" o crescimento do modal no país.


Sampaio estava acompanhado do secretário Nacional de Portos, Diogo Piloni, e o presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Casemiro Tércio Carvalho, e uma comitiva com assessores e técnicos. Eles percorreram o canal de navegação e visitaram instalações no porto, como o Terminal de Contêineres (Tecon), em Guarujá (SP).


"A cabotagem tem mostrado valores abaixo dos de outros modais. Temos uma agenda com o Ministério da Economia e estamos fechando alguns pontos antes de lançar o programa", declarou o secretário-executivo. A cabotagem difere-se da navegação de longo curso, pois consiste no transporte de cargas em navios entre portos do mesmo país.

O objetivo do governo é tornar o frete mais competitivo. "Temos na cabotagem um cenário de transformação das alternativas logísticas no país. Temos discutido uma série de ações que passam pela desburocratização e outras medidas visando agilizar o tratamento dessa carga nos portos", disse o secretário nacional de portos.


Segundo dados oficiais, a participação da navegação doméstica no transporte de cargas cresceu 18% em 2018 e o objetivo a partir desse programa é triplicar esse índice. A expectativa é que o lançamento do pacote de incentivos ocorra até a segunda quinzena de junho, após o entendimento entre os ministérios de Infraestrutura e Economia.


Gestão em Santos

Durante a visita da comitiva, o presidente da autoridade portuária, Casemiro Tércio Carvalho, falou sobre as ações realizadas na Codesp para a abertura de capital da empresa. O objetivo, segundo ele, é qualificar os serviços no canal de navegação, nos berços de atracação, nas opções de armazenagem, e, ainda, nos acessos terrestres ao cais.


“Essa modernização do Porto de Santos, envolvendo novas tecnologias, mudanças de processos focadas em tecnologia da informação, controles de automação e uma repaginação da mão de obra portuária, farão com que Santos seja visto não só como o maior, mas como o melhor complexo portuário da América Latina”, disse Tércio.


Fonte: A Tribuna

7 visualizações
Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 1, Bloco J, Entrada 10, Edíficio Clésio Andrade, sala 508, Cep:  70070-944

Contato: (61)3224-1008
faleconosco@fenavega.com
Siga nossas redes sociais:
  • Facebook Social Icon

© 2020  - Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária