top of page
Buscar

Setor portuário registra 799,7 milhões de toneladas movimentadas em 2022

Navegação interior teve crescimento de 10,6% no saldo acumulado do ano. Movimentação de carga geral aumentou 15,4% no período


Brasília, 19/10/2022 - A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) divulgou, nesta quarta-feira (19), o balanço atualizado da movimentação dos portos brasileiros. De acordo com o Painel Estatístico da Agência, o setor movimentou 218,2 milhões de toneladas entre os meses de julho e agosto deste ano, com saldo negativo de 0,12%. No acumulado do ano, os portos registraram 799,7 milhões de toneladas movimentadas.


Nos dois primeiros meses deste semestre (julho e agosto), os portos públicos registraram crescimento de 10,3%, com destaque para o Porto de Santarém/PA (+105%), Suape/PE (+25%), Rio de Janeiro/RJ (+24,1%) e Santos/SP (+23,3%). Os terminais privados tiveram queda de 5,1%. Entre os principais terminais estão: Terminal Aquaviário de Madre de Deus/BA (+13,8%), Terminal Aquaviário de São Sebastião/SP (+9,3%), Terminal da Ilha do Guaíba (+8,2%), e o Porto do Açu/RJ (+4,5%).


Em relação ao perfil de cargas, o granel sólido (+4,6%), carga conteinerizada (0,8%) e carga geral (5,7%) tiveram saldo positivo nos meses de julho e agosto. Apenas no granel líquido e gasoso o setor registrou decréscimo no comparativo com o ano anterior, 12,3%.


Mercadorias

Nos meses de julho e agosto, os produtos agrícolas foram responsáveis por movimentar 55,8 milhões de toneladas, sendo 68,4% das cargas voltadas para exportação. O resultado representa um crescimento de 13,9% no comparativo com o mesmo período de 2021. Entre as principais mercadorias estavam: milho (+58,1%), açúcar (+21,6%), e a pasta de celulose (+17,5). A soja e os fertilizantes registraram queda de mais 12%.


No geral, a movimentação de combustíveis (óleos brutos) teve queda de 14,5% no início deste semestre, com 49,9 milhões de toneladas transportadas. O grupo de petróleo e derivados (óleo bruto) movimentou 14% menos do que no mesmo período de 2021, atingindo o total de 31 milhões de toneladas. Já os derivados de petróleo tiveram queda de 5,2%, com movimentação de 13,6 milhões de toneladas. Por outro lado, o etanol combustível registrou crescimento de 23,8%, e os combustíveis, óleos e produtos minerais tiveram alta de 52,7%. O Terminal Aquaviário de São Sebastião foi o destaque entre os portos privados, com variação positiva de 9,3%, e o Porto de Suape, com 43,6% de aumento foi o principal entre os portos públicos.

No transporte de contêineres também houve crescimento de 3,2%, totalizando 2 milhões de TEU no período de julho a agosto (ou 22,6 milhões de toneladas, com crescimento de 0,8% ). O aumento foi registrado na navegação de longo curso (1,4%), na cabotagem (0,2%) e na navegação interior (8,2%).


No segmento industrial, o saldo nos meses de julho e agosto também foram positivos, com 5 milhões de toneladas movimentadas e crescimento de 4,9%. O transporte de veículos automotivos cresceu 10,4% e tratores, 23,1%. Os acessórios para automóveis tiveram aumento de 20% no período.


Fonte: Assessoria de Comunicação Social da ANTAQ

6 visualizações
bottom of page